quinta-feira, 12 de junho de 2014

O Malparado

Dizia-o no Malparado:  É sempre assim: uma idealização que se faz na imagem e se desfaz na linguagem. Acordando, terminei a perguntar-me: mas o que é sempre assim, Rita? Quando a idealização se desfaz, desfaz-se sempre na linguagem ou será o verbo desfazer o objecto central da questão? A idealização que sempre se cria e que sempre se desfaz. Assim. Inclinei-me para a segunda.

Sem comentários:

Enviar um comentário