segunda-feira, 16 de setembro de 2013

de Vico e do Anticartesianismo

"(...) atacou o pressuposto cartesiano de que o critério da verdade é a ideia clara e distinta. Salientou que, efectivamente, este não passava de um critério subjectivo ou psicológico. O facto de eu considerar as minhas ideias claras e distintas só prova que eu acredito nelas, mas não prova que são verdadeiras."

Collingwood R. G., A Ideia de História, Editorial Presença, 9ª edição, 2001, p.83.

Sem comentários:

Enviar um comentário